symbol

11 Jun 2019

Quando somos felizes a trabalhar

mask white
Quando somos felizes a trabalhar

Escrever. É simples quando os outros são a minha inspiração. Quando os dedos - como quem diz a escrita - têm como intenção o meu Eu, os batimentos cardíacos aceleram. Porque será tão difícil escrever, falar sobre nós, sem ser em pequenos papéis que vão ficando guardados entre páginas de livros?

As fotografias da Paula Vieira levaram-me novamente para um espaço onde quero voltar. A sua lente captou-me de forma descarada à procura do clique, evidenciando aquilo que não consigo deixar de lado, o sorriso.

Escrevi nesse dia: “Hoje sei o que é ser feliz a trabalhar”. Não que não tenha sido por onde passei. Fui sempre. Mas ali… Ali encontrei a minha essência. Sentia-a a percorrer o meu corpo e a minha alma. Alegria e felicidade genuína, de quem procura dar sentido às palavras do filósofo chinês Confucio: “Escolhe um trabalho de que gostes e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida”.

physioclem_historias_luci_pais_2

A outra nem dei por ela. A Paula tem esse dom. Captar-nos desprevenidos. Pernas no chão, enquanto alimentava as redes sociais de uma casa que amo desde o primeiro dia em que fui desafiada. Mas é do meu lado direito que se conta esta história. Refletido no espelho está um dos nossos fisioterapeutas e um dos nossos pacientes. São eles os responsáveis pelo dia que ganhou cor na minha vida.

Trabalhar na Physioclem é ganhar anos de vida. É saber que o amor alimenta-se de partilha. Uns vestem batas brancas, outros mais escuras. Há ainda quem esteja nos bastidores - como é o meu caso - a passar-lhe o dia-a-dia da Physioclem, seja no Facebook Instagram ou LinkedIn. Um trabalho de comunicação e marketing que pretende estar sempre perto de si, através de estratégias refletidas ao pormenor, numa lógica de promoção de um estilo de vida saudável.

Entrar na Physioclem Caldas da Rainha, bem como em todas as outras que integram a rede Physioclem, é chegar ao nosso lar. Quem por lá passa, ou passou, dá por certa esta afirmação. É simples e leve estar ali, onde tudo é simples. Há gargalhas, sorrisos, palavras, conversas que se cruzam, música, dança… Os pacientes percorrem os cantos. Por cada cantinho, é também deles. 

Vale a pena lutar, acreditar e sonhar. Nem sempre os sonhos chegam rápido, mas chegam, desde que se acredite. O Universo acaba por fazer a sua parte…

Harmonia. É a palavra com que termino. É assim que me sinto. É assim que nos sentimos. 

 

Luci Pais

loading